Show simple item record

dc.contributor.advisorSoares, Carla Fernanda Zanata
dc.contributor.authorBelasque Filho, Thomas Marcello
dc.coverage.spatialFlorianópolispt_BR
dc.date.accessioned2020-08-02T03:04:43Z
dc.date.available2020-08-02T03:04:43Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/10228
dc.description.abstractO tema deste trabalho de conclusão de curso é o programa de combate às irregularidades nos benefícios previdenciários implementado pela Lei n. 13. 846/2019. Desde janeiro de 2019, com o advento do Governo Federal do Presidente Jair Bolsonaro, a medida provisória n. 871/2019 empreendeu uma série de medidas para revisão do pagamento de benefícios previdenciários pelo Regime Geral da Previdência Social aos beneficiários de tal regime. Com isso, diversos benefícios foram suspensos e cancelados pelo INSS, refletindo na retirada de Direitos à um número elevado de beneficiários do RGPS. Partindo de uma abordagem monodisciplinar e dedutiva, o objetivo geral deste trabalho é indicar o modo como tal programa repercutiu na vida dos beneficiários do regime geral, de modo a demonstrar que se tratou de um dos elementos de preparação para a implantação da Reforma da Previdência instituída pela Proposta de Emenda Constitucional n. 106 de 2019. A partir de Castro e Lazzari, e da análise da produção acadêmica antecedente sobre o tema, surge a hipótese de que o programa de combate às irregularidades nos benefícios do RGPS funcionou como uma das formas de o Governo Federal pressionar o Congresso Nacional à aprovação da Reforma da Previdência de 2019, repercutindo prejudicialmente nos direitos fundamentais dos beneficiários do regime. Como conclusões, verificam-se que tal programa afetou muito o sistema de seguridade social, primeiro alterando drasticamente o sistema de custeio e financiamento, e, posteriormente, as próprias normas reguladoras da previdência. Além disso, os próprios peritos do INSS foram incentivados, com um bônus de desempenho, a negarem ou revisarem benefícios de natureza acidentário, através desse mesmo programa. Tais medidas implementadas retiraram inúmeros direitos fundamentais dos beneficiários, direitos esses que acreditavam estar rigidamente protegidos pelo manto constitucional.pt_BR
dc.format.extent96 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofDireito - Florianópolispt_BR
dc.rightsAttribution-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/*
dc.subjectReforma da previdência de 2019pt_BR
dc.subjectPrograma de combate as irregularidades nos benefícios previdenciáriospt_BR
dc.subjectRetirada de direitos fundamentaispt_BR
dc.titleO programa de combate às irregularidades nos benefícios previdenciários e a retirada de direitos dos beneficiários do RGPSpt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.subject.areaCiências Sociais Aplicadaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons