Show simple item record

dc.contributor.advisorPereira, Keila Cristina Raush
dc.contributor.authorDalabrida, Letíciapt_BR
dc.coverage.spatialPalhoçapt_BR
dc.date.accessioned2019-07-04T11:58:47Z
dc.date.available2019-07-04T11:58:47Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/7401
dc.descriptionAwake bruxism, characterized as a repetitive jaw muscle activity, is a situation where the state of consciousness of the act exists because the individual is awake. Objective: to evaluate the association of the variables of anxiety, depression and quality of life with awake bruxism in students of the first year of Medicine-UNISUL. Materials and Methods: Through the WhatsApp application, participants received intermittent messages for the diagnosis of bruxism for 7 days. After, 3 self-administered questionnaires (anxiety, depression and quality of life). Results: 22 students with an average age of 20.18 (dp = 2.51) participated in the study. The results showed that 15 (68.2%) were classified as high awake bruxism and 12 (54.5%) reported low quality of life. The individuals who presented low quality of life were those who were diagnosed as High awake bruxism (p = 0.045). Conclusion: the results indicate that awake bruxism is associated with poor quality of life. Anxiety and depression do not show association. Keywords: Awake bruxism. Anxiety. Depression. Quality of lifept_BR
dc.description.abstractO Bruxismo em Vigília (BV), caracterizado como uma atividade repetitiva da musculatura da mandíbula, é uma situação onde o estado de consciência do ato existe porque o indivíduo está acordado. Objetivo: Avaliar a associação das variáveis de ansiedade, depressão e qualidade de vida com o bruxismo em vigília em estudantes do primeiro ano de Medicina-UNISUL. Materiais e métodos: Pelo aplicativo WhatsApp, durante 7 dias os participantes receberam mensagem intermitentemente para o diagnóstico do Bruxismo. Após, 3 questionários auto aplicados (ansiedade, depressão e qualidade de vida) foram respondidos pelos acadêmicos. Resultado: Participaram da pesquisa 22 estudantes com idade média de 20,18 anos (dp=2,51). Os resultados mostraram que 15 (68,2%) acadêmicos foram classificados como alto BV e 12 (54,5%) relataram baixa qualidade de vida. Os indivíduos que apresentaram baixa qualidade de vida, eram os que foram diagnosticados como alto BV (p=0,045). Conclusão: Os resultados apontam que o BV está associado a baixa qualidade de vida e a ansiedade e depressão não mostram associação.pt_BR
dc.format.extent39 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofOdontologia - Pedra Brancapt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectAnsiedadept_BR
dc.titleBruxismo em vigília e a associação com ansiedade, depressão e qualidade de vida em acadêmicos de medicina UNISULpt_BR
dc.typeArtigo Científicopt_BR
dc.contributor.coadvisorGaranhani, Roberto Ramos
dc.subject.areaCiências da Saúdept_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons