Show simple item record

dc.contributor.advisorSehnem, Simone
dc.contributor.authorSouza, Luiz Fernando de
dc.coverage.spatialFlorianópolispt_BR
dc.date.accessioned2020-02-11T22:24:50Z
dc.date.available2020-02-11T22:24:50Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/9233
dc.descriptionAn institution that analyzes your organizational culture as a facilitator for innovation development can make it a valuable factor for achieving your goals and fulfilling your social function. Organizational culture is an important factor for making changes in institutions by encouraging innovative and entrepreneurial behaviors. Innovation within educational institutions is highly demanded because it is inserted in a society in constant transformation and through it there is the insertion of the citizen in their work environment. Creating an environment that favors innovation is complex, since it goes far beyond the availability of material or financial resources, it is important that the staff members of the institution have this practice internalized and develop them naturally in the performance of their activities. Thus, the general objective of this study is to analyze the relationship between organizational culture and the environment conducive to the development of innovations, with the object of study an educational institution. To analyze this relationship, the model proposed by Machado and Carvalho (2013) was used, which interrelate the organizational culture with the environment conducive to the development of innovations. Thus, in order to meet the general objective of this research, it was decided to conduct a quantitative approach study, defined as the objectives as descriptive, cross-sectional, and survey method. Data treatments were performed through descriptive analysis to characterize the institution to which the sample was composed and to verify the distribution of data for each research construct, using frequency analysis. Subsequently, Cronbach's Alpha reliability, Composite Reliability and Extracted Average Variance tests were performed and the adjusted model considering the indices proposed in the literature. Finally, Structural Equation Modeling was performed using the SPSS software with the AMOS extension, in order to verify the relationship between the model constructs and to test the hypotheses. As a result, the research showed that the servants perceive that the Institution's culture is more collectivist than individualistic and with a short distance from power. They also noticed the presence of the results, processes, leadership, autonomy, internal relationship of the innovation group, dependence, formalization and effectiveness in the relationship as present in the favorable environment for the development of innovations, thus verifying that the model used including the dimensions of innovation and innovation. The dimensions related to culture organization is adherent. The results show a positive relationship between the research constructs, except regarding the relationship between the Organizational Culture group and the External Dimensions of the innovation groups on the Results.pt_BR
dc.description.abstractUma instituição que analisa a sua cultura organizacional como facilitadora para o desenvolvimento de inovações, pode tornar esta, uma propulsora valiosa para o atingimento das suas metas e para a realização de sua função social. A cultura organizacional é fator importante para efetuar mudanças nas instituições, por meio do encorajamento de comportamentos inovadores e empreendedores. A inovação dentro de instituições de ensino é muito demandada por estar inserida em uma sociedade em constante transformação e ser por meio dela de há a inserção do cidadão em seu ambiente de trabalho. Criar um ambiente que favoreça a inovação é algo complexo, visto que, ela vai muito além da disponibilização de recursos materiais ou financeiros, é importante que os servidores que compõem a instituição tenham essa prática internalizada e as desenvolvam de forma natural no desempenho de suas atividades. Desta forma, o objetivo geral deste estudo é analisar a relação entre a cultura organizacional e o ambiente propício ao desenvolvimento de inovações, tendo como objeto de estudo uma instituição de ensino. Tema este que se alinha com a Linha de Pesquisa Inovação e Sociedade do Programa de Pós-Graduação em Administração da Unisul. Para análise dessa relação foi utilizado o modelo proposto por Machado e Carvalho (2013) o qual interrelacionam a Cultura organizacional com o ambiente propício ao desenvolvimento de inovações. Assim, com o intuito de atender ao objetivo geral desta pesquisa, optouse pela realização de um estudo de abordagem quantitativa, definido quanto aos objetivos como descritivo, de corte transversal, e de método survey. Os tratamentos dos dados se deram por meio de análise descritiva para a caracterização da instituição ao qual foi composta a amostra e, verificação da distribuição dos dados para cada constructo da pesquisa, utilizando a análise de frequência. Posteriormente foram realizados os testes de confiabilidade Alpha de Cronbach, Confiabilidade Composta e Variância Média Extraída e o modelo ajustado considerando os índices propostos pela literatura. Por fim, foi realizada a Modelagem de Equações Estruturais por meio do software SPSS com a extensão AMOS, com intuito de verificar a relação entre os construtos do modelo e testar as hipóteses. A pesquisa demonstrou como resultado, que os servidores percebem que a cultura da Instituição é mais coletivista do que individualista e com pequena distância do poder. Também perceberam a presença das dimensões resultados, processos, liderança, autonomia, relacionamento interno do grupo de inovações, dependência, formalização e efetividade no relacionamento como presente no ambiente favorável ao desenvolvimento de inovações, verificando assim que o modelo usado incluindo as dimensões de inovação e as dimensões relacionadas à cultura organização é aderente. Isso permite validar H1, H2, H3 e H5. Portanto, os resultados evidenciam uma relação positiva entre os construtos da pesquisa, exceto no que tange a relação entre o grupo de Cultura Organizacional com as Dimensões Externas dos grupos de inovação sobre os Resultados. Conclui-se que a instituição de ensino pesquisada possui uma cultura organizacional que é propensa, favorável e se relaciona positivamente ao desenvolvimento de inovações. Essa evidência cria um ambiente capaz de gerar insights significativos para o desenvolvimento da missão institucional da organização pesquisada.pt_BR
dc.format.extent121 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofPrograma de Pós-Graduação em Administraçãopt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectCultura Organizacionalpt_BR
dc.subjectInovaçãopt_BR
dc.subjectInstituição de Ensinopt_BR
dc.titleAnálise da relação entre a cultura organizacional e o ambiente propício ao desenvolvimento de inovações: estudo em uma instituição de ensinopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.areaCiências Sociais Aplicadaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons